Estação Piedade: a biografia de Fernando MolicaEstante: livros públicados pelo MolicaPáginas Amarelas: textos, artigos e outras palavras maisJulio Reis: Biografia, Músicas e PartiturasBlog: Pontos de PartidaFoto MolicaClique para voltar a página principalFoto Molicawww.fernandomolica.com.brEntre em contato com o Fernando MolicaInformações para imprensa

Blog

Pontos de Partida, o Blog do Fernando Molica

separador
BG

Brincar com o bumbum

separador Por Fernando Molica em 19 de dezembro de 2017 | Link | Comentários (0)

Concordo com aqueles que destacam, no novo clipe da Anitta, a presença do universo da favela e uma postura feminista. Mas friso um outro ponto, uma apenas aparente contradição entre os universos infantil (presente na melodia e no arranjo) e o adulto (representado pela letra e pelas imagens).

Ouvida sem as palavras, a canção lembra as compostas para um público infantil - melodia simples e repetitiva, marcação insistente, feita por som semelhante ao de instrumento de sopro e que faz lembrar o uso da tuba em bandas do interior.

Ao "pom, pom, pom" da marcação foram acrescentadas imagens e letra forte insinuação sexual ("Desce, rebola gostoso/ Empina me olhando/ Te pego de jeito"). Uma combinação que apenas parece não fazer muito sentido.

Mas o verso que fala em brincar com o bumbum indica que não há contradição. Embora não haja crianças nas imagens, a união entre os universos adulto e infantil não foi por acaso. Brincadeira e bumbum remetem ao imaginário de crianças, mas brincar com bumbum é para adultos.

'Vai malandra', como produto cultural representativo do seu tempo e do seu lugar, ressalta, entre outras características do país, uma realidade de adultos presos a uma estética musical infantil e de crianças que se acham adultas. Fará sucesso nas festas de todas as faixas etárias.


Deixe seu Comentário











Type the characters you see in the picture above.

BG
© Todos os direitos reservados. Todos os textos por Fernando Molica, exceto quando indicado. Antes de usar algum texto, consulte o autor. créditos do site    Clique para ver os créditos do site