Estação Piedade: a biografia de Fernando MolicaEstante: livros públicados pelo MolicaPáginas Amarelas: textos, artigos e outras palavras maisJulio Reis: Biografia, Músicas e PartiturasBlog: Pontos de PartidaFoto MolicaClique para voltar a página principalFoto Molicawww.fernandomolica.com.brEntre em contato com o Fernando MolicaInformações para imprensa

Blog

Pontos de Partida, o Blog do Fernando Molica

separador
BG

O impeachment e os gringos

separador Por Fernando Molica em 13 de maio de 2016 | Link | Comentários (0)

Sempre achei que a visão estrangeira nos ajuda a entender o que se passa diante de nossos olhos viciados no cotidiano. Costumo pregar que um bom repórter deve também se comportar como um gringo que acabou de desembarcar por aqui - li que o Bob Kennedy, em 1965, numa visita à PUC do Rio, foi questionado sobre o racismo nos EUA. Ele então observou que não havia negros na plateia de estudantes. Muitas vezes, só alguém de fora consegue ver o óbvio, gritar que o rei está nu.

É preciso não considerarmos normais práticas que são corriqueiras, Ótimas reportagens foram resultado da adoção de uma perspectiva diferente da habitual, basta mudar de ângulo para perceber o estranho, o esquisito, o que está fora da ordem.

Não que devamos dar ao forasteiro o direito de nos definir, mas não podemos ignorar esses olhares externos. Editoriais - artigos que refletem a opinião dos jornais - publicados ontem e hoje por dois dos mais importantes jornais do mundo, The New York Times e El País, ressaltam os problemas do processo que levou Michel Temer ao poder.

Os dois editoriais vão na mesma direção, dizem que as características deste impeachment deverão piorar a nossa crise política. O NYT afirma que Dilma tem razão ao questionar os motivos de seu afastamento e a autoridade moral dos que a julgam, ressalta que ela foi eleita duas vezes e que a ira hoje direcionada à presidente afastada pode se voltar contra seus algozes.

Para o jornal espanhol, a destituição de Dilma "não soluciona nada e aumenta a instabilidade no país". Frisa que Temer não renunciou à vice-presidência quando seu partido decidiu abandonar o governo da petista - sua permanência, por aqui, foi questionada por apenas algumas vozes isoladas. O El País também lembra que o PMDB está atormentado por escândalos na justiça.

Insisto: não podemos ter a postura colonizada de achar que os estrangeiros é que conhecem nossas vidas e nossos problemas, mas não podemos deixar de saber o que eles estão pensando a nosso respeito. Até porque a credibilidade de um país e de suas instituições é fundamental neste, aí vale o chavão, mundo tão globalizado. Niguém investe numa república de bananas.

Para terminar: o correspondente Jens Glusing, do site da revista alemã Der Spiegel, escreveu que "o drama em torno da presidente é um vexame para um país afundado na crise". O portal Terra frisa que, segundo o jornalista, "o grande e orgulhoso Brasil terá que se resignar a, no futuro, ser citado por historiadores ao lado de Honduras e Paraguai - e não só por causa de apresentações bizarras de seus representantes populares. Também em Honduras e Paraguai, presidentes eleitos foram afastados de forma questionável do cargo." Para ele, o "espetáculo indigno" apresentado pelos políticos brasileiros "prejudicou de forma duradoura as instituições e a imagem do país".


Deixe seu Comentário











Type the characters you see in the picture above.

BG
Arquivo do Blog
bullet março 2020
bullet dezembro 2019
bullet novembro 2019
bullet outubro 2019
bullet agosto 2019
bullet julho 2019
bullet maio 2019
bullet abril 2019
bullet março 2019
bullet fevereiro 2019
bullet janeiro 2019
bullet outubro 2018
bullet setembro 2018
bullet agosto 2018
bullet junho 2018
bullet maio 2018
bullet abril 2018
bullet fevereiro 2018
bullet janeiro 2018
bullet dezembro 2017
bullet outubro 2017
bullet setembro 2017
bullet agosto 2017
bullet julho 2017
bullet junho 2017
bullet maio 2017
bullet abril 2017
bullet março 2017
bullet fevereiro 2017
bullet janeiro 2017
bullet dezembro 2016
bullet novembro 2016
bullet outubro 2016
bullet setembro 2016
bullet agosto 2016
bullet julho 2016
bullet junho 2016
bullet maio 2016
bullet abril 2016
bullet março 2016
bullet dezembro 2015
bullet novembro 2015
bullet outubro 2015
bullet agosto 2015
bullet julho 2015
bullet junho 2015
bullet abril 2015
bullet março 2015
bullet dezembro 2014
bullet junho 2014
bullet maio 2014
bullet abril 2014
bullet dezembro 2013
bullet novembro 2013
bullet outubro 2013
bullet setembro 2013
bullet agosto 2013
bullet julho 2013
bullet maio 2013
bullet abril 2013
bullet março 2013
bullet fevereiro 2013
bullet janeiro 2013
bullet dezembro 2012
bullet novembro 2012
bullet outubro 2012
bullet setembro 2012
bullet agosto 2012
bullet julho 2012
bullet junho 2012
bullet maio 2012
bullet abril 2012
bullet março 2012
bullet fevereiro 2012
bullet janeiro 2012
bullet dezembro 2011
bullet novembro 2011
bullet outubro 2011
bullet setembro 2011
bullet agosto 2011
bullet julho 2011
bullet junho 2011
bullet maio 2011
bullet abril 2011
bullet março 2011
bullet fevereiro 2011
bullet janeiro 2011
bullet dezembro 2010
bullet novembro 2010
bullet outubro 2010
bullet setembro 2010
bullet agosto 2010
bullet julho 2010
bullet junho 2010
bullet maio 2010
bullet abril 2010
bullet março 2010
bullet fevereiro 2010
bullet janeiro 2010
bullet dezembro 2009
bullet novembro 2009
bullet outubro 2009
bullet setembro 2009
bullet agosto 2009
bullet julho 2009
bullet junho 2009
bullet maio 2009
bullet abril 2009
bullet março 2009
bullet fevereiro 2009
bullet janeiro 2009
bullet dezembro 2008
bullet novembro 2008
bullet outubro 2008
bullet setembro 2008
bullet agosto 2008
bullet julho 2008
bullet junho 2008
bullet maio 2008
bullet abril 2008
bullet março 2008

separador bullet Arquivo Geral

separador bullet Blog Anterior (Online)
bullet Blog Anterior (PDF)
© Todos os direitos reservados. Todos os textos por Fernando Molica, exceto quando indicado. Antes de usar algum texto, consulte o autor. créditos do site    Clique para ver os créditos do site