Estação Piedade: a biografia de Fernando MolicaEstante: livros públicados pelo MolicaPáginas Amarelas: textos, artigos e outras palavras maisJulio Reis: Biografia, Músicas e PartiturasBlog: Pontos de PartidaFoto MolicaClique para voltar a página principalFoto Molicawww.fernandomolica.com.brEntre em contato com o Fernando MolicaInformações para imprensa

Blog

Pontos de Partida, o Blog do Fernando Molica

separador
BG

Eles não são haitianos

separador Por Fernando Molica em 11 de janeiro de 2012 | Link | Comentários (2)

Coluna Estação Carioca, jornal O DIA, 11/01:

País formado pela imigração -- forçada ou voluntária --, o Brasil, nos anos 80 do século 20, virou exportador de gente. No fim de 2011, o governo estimou em 3 milhões o número de brasileiros que morava em outros países, pessoas que foram em busca de uma vida melhor. Um dos centros de emissão de brasucas, a cidade mineira de Governador Valadares chegou a ser conhecida como 'Valadólares', tamanha a dependência do dinheiro enviado dos Estados Unidos.

Lá pelos anos 90 começamos a, constrangidos, ver na TV e ler nos jornais casos de patrícios barrados em fronteiras; trabalhadores que eram caçados, humilhados, presos, despachados de volta para o Brasil. As histórias vividas por brasileiros -- o José, a Maria, o Carlos, a Cristina -- eram de cortar o coração. Alguns tiveram fim trágico, como o mineiro Jean, assassinado pela polícia britânica. A nova ordem mundial era clara: apenas o capital poderia circular livremente.

Os tempos mudaram e, apesar de suas indecentes desigualdades, o Brasil cresceu: na sexta economia do mundo há falta de engenheiros e de mão de obra para a construção civil. A boa notícia circulou e, agora, somos surpreendidos pela chegada de haitianos ao Acre, gente que -- a exemplo de nossos avós ou bisavós ou como os vizinhos ou parentes que partiram há alguns anos -- está em busca de trabalho. Os governos têm ajudado os imigrantes, mas já dá pra ouvir o coro dos que querem o fechamento das fronteiras.

Não é simples acolher tantas pessoas, mas pior seria não recebê-las. Há até um viés racista na reação negativa aos imigrantes: muitos seriam mais receptivos se os haitianos tivessem cabelos louros. Em 1929, um importante jornal brasileiro subiu nas tamancas diante da chegada de negros americanos ao Pará, todos trazidos pela Ford. O matutino ressalvou não ter "preconceito de cor", mas afirmou: "Não é desejável a contribuição dos pretos americanos para o caldeamento de raças no Brasil." Segundo o editorial, "um contingente preto", naquele momento, seria "mais nocivo do que útil à obra de civilização que estamos empenhados". O Brasil e suas elites mudaram, mas não duvido se, pelos cantos, muita gente não estiver resmungando palavras parecidas.

Quem está chegando não são haitianos, são apenas pessoas como nós, que tentam uma vida melhor. Têm nomes, pais, filhos, histórias e sonhos. Não são eles -- são o Jean, a Marie, o Charles e a Christine. Que sejam felizes por aqui.


2 Comentários Enviados

Obrigado, Helion. Desculpe a demora na publicação do comentário - é que nem sempre o hotmail me alerta sobre a chegada de mensagens. Darei uma olhada na página. abs.

separador

Caro Fernando, obrigado pelo artigo e parabéns pela posiçao lúcida e solidaria quanto a esses imigrantes.

Seu texto, e outros, estarão sendo divulgados na lista do NIEM, Núcleo Interdisciplinar de Estudos Migratórios, que coordeno. Publicamos diariamente informação, pesquisa e opinião sobre o tema da migração no Brasil e no mundo. Caso queira conhecer nossa página (arquivo de mensagens) ou mesmo se associar para recebe-las, ver em http://br.groups.yahoo.com/group/niem_rj/

Pessoalmente, estou tentando me contrapor a este discurso criminalizante e xenófobo que qualifica os haitianos como “invasores”. Textos como o seu são um apoio importante nesse sentido.

Com um abraço

Helion Póvoa Neto

separador

Deixe seu Comentário











Type the characters you see in the picture above.

BG
Arquivo do Blog
bullet março 2020
bullet dezembro 2019
bullet novembro 2019
bullet outubro 2019
bullet agosto 2019
bullet julho 2019
bullet maio 2019
bullet abril 2019
bullet março 2019
bullet fevereiro 2019
bullet janeiro 2019
bullet outubro 2018
bullet setembro 2018
bullet agosto 2018
bullet junho 2018
bullet maio 2018
bullet abril 2018
bullet fevereiro 2018
bullet janeiro 2018
bullet dezembro 2017
bullet outubro 2017
bullet setembro 2017
bullet agosto 2017
bullet julho 2017
bullet junho 2017
bullet maio 2017
bullet abril 2017
bullet março 2017
bullet fevereiro 2017
bullet janeiro 2017
bullet dezembro 2016
bullet novembro 2016
bullet outubro 2016
bullet setembro 2016
bullet agosto 2016
bullet julho 2016
bullet junho 2016
bullet maio 2016
bullet abril 2016
bullet março 2016
bullet dezembro 2015
bullet novembro 2015
bullet outubro 2015
bullet agosto 2015
bullet julho 2015
bullet junho 2015
bullet abril 2015
bullet março 2015
bullet dezembro 2014
bullet junho 2014
bullet maio 2014
bullet abril 2014
bullet dezembro 2013
bullet novembro 2013
bullet outubro 2013
bullet setembro 2013
bullet agosto 2013
bullet julho 2013
bullet maio 2013
bullet abril 2013
bullet março 2013
bullet fevereiro 2013
bullet janeiro 2013
bullet dezembro 2012
bullet novembro 2012
bullet outubro 2012
bullet setembro 2012
bullet agosto 2012
bullet julho 2012
bullet junho 2012
bullet maio 2012
bullet abril 2012
bullet março 2012
bullet fevereiro 2012
bullet janeiro 2012
bullet dezembro 2011
bullet novembro 2011
bullet outubro 2011
bullet setembro 2011
bullet agosto 2011
bullet julho 2011
bullet junho 2011
bullet maio 2011
bullet abril 2011
bullet março 2011
bullet fevereiro 2011
bullet janeiro 2011
bullet dezembro 2010
bullet novembro 2010
bullet outubro 2010
bullet setembro 2010
bullet agosto 2010
bullet julho 2010
bullet junho 2010
bullet maio 2010
bullet abril 2010
bullet março 2010
bullet fevereiro 2010
bullet janeiro 2010
bullet dezembro 2009
bullet novembro 2009
bullet outubro 2009
bullet setembro 2009
bullet agosto 2009
bullet julho 2009
bullet junho 2009
bullet maio 2009
bullet abril 2009
bullet março 2009
bullet fevereiro 2009
bullet janeiro 2009
bullet dezembro 2008
bullet novembro 2008
bullet outubro 2008
bullet setembro 2008
bullet agosto 2008
bullet julho 2008
bullet junho 2008
bullet maio 2008
bullet abril 2008
bullet março 2008

separador bullet Arquivo Geral

separador bullet Blog Anterior (Online)
bullet Blog Anterior (PDF)
© Todos os direitos reservados. Todos os textos por Fernando Molica, exceto quando indicado. Antes de usar algum texto, consulte o autor. créditos do site    Clique para ver os créditos do site