Estação Piedade: a biografia de Fernando MolicaEstante: livros públicados pelo MolicaPáginas Amarelas: textos, artigos e outras palavras maisJulio Reis: Biografia, Músicas e PartiturasBlog: Pontos de PartidaFoto MolicaClique para voltar a página principalFoto Molicawww.fernandomolica.com.brEntre em contato com o Fernando MolicaInformações para imprensa

Blog

Pontos de Partida, o Blog do Fernando Molica

separador
BG

Talese constrangido; um Lobo bonzinho

separador Por Fernando Molica em 04 de julho de 2009 | Link | Comentários (0)

Curioso: na sessão da tarde de hoje, o Gay Talese estava bem mais travado que na coletiva de anteontem. Teve pressa em encerrar o encontro, chegou a mostrar o relógio para o mediador, o jornalista Mário Sérgio Conti. Talvez tenha ficado incomodado com algumas - relevantes - questões apontadas. Pareceu desconfortável ao responder sobre até que ponto a exposição de questões pessoais não seria prejudicial à sua obra, se essa opção não poderia ser de alguma forma comparada à lógica que traz às ruas a intimidade das tais celebridades (no seu próximo livro, vai falar de seus 50 anos de casamento e até de traições cometidas por ele e pela mulher).

Já o velho Lobo Antunes teve uma noite de quase-Chico Buarque. No início parecia rabugento, depois pareceu tomar gosto pela festa. Falou da importância de escritores brasileiros na sua formação, fez vários comentários sobre o ofício do escritor:

. "O bom é quando a mão fica feliz";

. "Não existe profundidade, mas superfícies superpostas";

. "Escrever é impossível, se trabalha com coisas, como as emoções, que existem antes das palavras";

. "Há palavras que existem para não ser usadas. Advérbios de modo, adjetivos".

Meu coração alvinegro ficou particularmente feliz com o exemplo que ele usou para definir a necessidade de se ter emoção e razão na escrita:

. "Quem quer escrever tem que ter Garrincha e Didi dentro de si."

No fim, foi aplaudido de pé. Emocionado - sério, o gajo parecia estar a chorar - voltou ao microfone, agradeceu "o carinho, a ternura e a generosidade" e completou com um "que Deus lhes proteja". Apesar da cara de mau, o Lobo tem coração de manteiga, ó pá.


Deixe seu Comentário











Type the characters you see in the picture above.

BG
© Todos os direitos reservados. Todos os textos por Fernando Molica, exceto quando indicado. Antes de usar algum texto, consulte o autor. créditos do site    Clique para ver os créditos do site