Estação Piedade: a biografia de Fernando MolicaEstante: livros públicados pelo MolicaPáginas Amarelas: textos, artigos e outras palavras maisJulio Reis: Biografia, Músicas e PartiturasBlog: Pontos de PartidaFoto MolicaClique para voltar a página principalFoto Molicawww.fernandomolica.com.brEntre em contato com o Fernando MolicaInformações para imprensa

Blog

Pontos de Partida, o Blog do Fernando Molica

separador
BG

As novas máquinas

separador Por Fernando Molica em 04 de junho de 2009 | Link | Comentários (2)

O acidente com o avião da Air France me fez lembrar da participação do escritor argentino César Aira na Flip de 2007. Ele, de cara, leu um texto bem interessante sobre uma característica das máquinas modernas, computadorizadas. Em linhas gerais, disse que, pela primeira vez na história da humanidade, era impossível descobrir o segredo de uma máquina apenas com sua desmontagem.

Explico: o funcionamento de um velho fusca ou de um fogão tradicional está explícito em suas peças, na lógica de sua montagem e de seu encaixe. Um bom mecânico é capaz de desmontar um fusca, peça a peça, e explicar como aquilo funciona - carburador, platinado, câmbio. E, em tese, teria capacidade de remontar o carrinho.

A automação complicou esse processo: se eu desmontar este computador em que escrevo, encontrarei apenas fios e circuitos. Não há, aqui dentro desta máquina, nada que sugira suas diversas finalidades - neste momento, servir de suporte para este texto. Bem diferente, portanto, da máquina de escrever que eu cheguei a utilizar em redações de jornais: era um instrumento mecânico, movido por minhas mãos. O apertar de uma tecla movia algumas peças e, uma delas, ia de encontro a uma fita que carimbava um sinal gráfico numa folha de papel.

Os aviões antigos, como o Electra, seriam como as máquinas de escrever. Um bom mecânico saberia explicar como aquele negócio funcionava e voava. Era um mecanismo emprenhado de uma lógica visível e reconhecível, mais, digamos, humana. Já o Airbus, moderno e todo computadorizado, trabalha em um outro patamar. Trata-se de uma máquina que não confia nos seres humanos, que se quer melhor que seus criadores. É mais sensível, razoável, inteligente - capaz de analisar cada situação para tomar decisões mais corretas e equilibradas. É uma máquina que corrige o ser humano, que duvida de suas ordens: se um comandante quiser jogar o avião contra uma montanha, os sistemas do Airbus o impedirão. É programado para evitar atitudes radicais. O problema é que, volta e meia, é preciso ser radical para se salvar um avião.

Como diz o jargão jornalístico, as causas do acidente ainda são desconhecidas. Mas os jornais já aventam a possibilidade de problemas no sistema do avião. Em algum momento, a máquina pode ter gritado para seus, em tese, comandantes: "Segura aí, tô fora". Ou seja, a máquina pode ter dado pau. Isso, a dez mil metros de altura. E aí, cabe a dois seres humanos a responsabilidade de domar um aparelho construído para não ser dominado, para desconfiar dos homens. Segura, peão.


Obs: há muitos anos, uma falta repentina de luz no início da noite fez apagar todos os textos que estavam sendo escritos pelos repórteres da Sucursal Rio da Folha. O meu texto, inclusive. Houve uma gritaria, todos reclamamos, xingamos. Nisso, o Janio de Freitas, que então resistia aos computadores, saiu de sua sala sorridente, brandindo as laudas preenchidas em sua máquina de escrever. De sacanagem, ainda comentou em voz alta que, no caso dele, a falta de luz não causara a perda de qualquer informação.


2 Comentários Enviados

Caro Daniel,

não quero fazer qualquer manifesto contra o avanço tecnológico, longe disso - escrevo num computador, não numa máquina de escrever. Apenas registro que, volta e meia, levo um susto diante de uma tecnologia que se apresenta tão cheia de mistérios, tão - ouso dizer - mágica.
abs.

separador

Caro Molica,
O piloto que pousou seu Airbus no rio Hudson após perder as duas turbinas devido à colisão com aves, dificilmente teria conseguido salvar toda aquela gente sem a tecnologia do avião. Dá só uma olhada aqui:
http://www.vanityfair.com/style/features/2009/06/us_airways200906
Abs.

separador

Deixe seu Comentário











Type the characters you see in the picture above.

BG
Arquivo do Blog
bullet março 2020
bullet dezembro 2019
bullet novembro 2019
bullet outubro 2019
bullet agosto 2019
bullet julho 2019
bullet maio 2019
bullet abril 2019
bullet março 2019
bullet fevereiro 2019
bullet janeiro 2019
bullet outubro 2018
bullet setembro 2018
bullet agosto 2018
bullet junho 2018
bullet maio 2018
bullet abril 2018
bullet fevereiro 2018
bullet janeiro 2018
bullet dezembro 2017
bullet outubro 2017
bullet setembro 2017
bullet agosto 2017
bullet julho 2017
bullet junho 2017
bullet maio 2017
bullet abril 2017
bullet março 2017
bullet fevereiro 2017
bullet janeiro 2017
bullet dezembro 2016
bullet novembro 2016
bullet outubro 2016
bullet setembro 2016
bullet agosto 2016
bullet julho 2016
bullet junho 2016
bullet maio 2016
bullet abril 2016
bullet março 2016
bullet dezembro 2015
bullet novembro 2015
bullet outubro 2015
bullet agosto 2015
bullet julho 2015
bullet junho 2015
bullet abril 2015
bullet março 2015
bullet dezembro 2014
bullet junho 2014
bullet maio 2014
bullet abril 2014
bullet dezembro 2013
bullet novembro 2013
bullet outubro 2013
bullet setembro 2013
bullet agosto 2013
bullet julho 2013
bullet maio 2013
bullet abril 2013
bullet março 2013
bullet fevereiro 2013
bullet janeiro 2013
bullet dezembro 2012
bullet novembro 2012
bullet outubro 2012
bullet setembro 2012
bullet agosto 2012
bullet julho 2012
bullet junho 2012
bullet maio 2012
bullet abril 2012
bullet março 2012
bullet fevereiro 2012
bullet janeiro 2012
bullet dezembro 2011
bullet novembro 2011
bullet outubro 2011
bullet setembro 2011
bullet agosto 2011
bullet julho 2011
bullet junho 2011
bullet maio 2011
bullet abril 2011
bullet março 2011
bullet fevereiro 2011
bullet janeiro 2011
bullet dezembro 2010
bullet novembro 2010
bullet outubro 2010
bullet setembro 2010
bullet agosto 2010
bullet julho 2010
bullet junho 2010
bullet maio 2010
bullet abril 2010
bullet março 2010
bullet fevereiro 2010
bullet janeiro 2010
bullet dezembro 2009
bullet novembro 2009
bullet outubro 2009
bullet setembro 2009
bullet agosto 2009
bullet julho 2009
bullet junho 2009
bullet maio 2009
bullet abril 2009
bullet março 2009
bullet fevereiro 2009
bullet janeiro 2009
bullet dezembro 2008
bullet novembro 2008
bullet outubro 2008
bullet setembro 2008
bullet agosto 2008
bullet julho 2008
bullet junho 2008
bullet maio 2008
bullet abril 2008
bullet março 2008

separador bullet Arquivo Geral

separador bullet Blog Anterior (Online)
bullet Blog Anterior (PDF)
© Todos os direitos reservados. Todos os textos por Fernando Molica, exceto quando indicado. Antes de usar algum texto, consulte o autor. créditos do site    Clique para ver os créditos do site